terça-feira, 15 de maio de 2012

Basílica de São Pedro


Apesar de ter dormido tarde, consegui acordar cedo e me preparar para rever o Vaticano. O objetivo era subir a Cúpula para poder ver a colunata da Piazza di San Pietro lá do alto. O dia estava lindo e pensei que chegando 08h30 iria encontrar tudo bem vazio. Que nada! Assim que saí do metrô vi os grupos com centenas de turistas. Porém, chegando lá até que estava tranquilo e nem havia fila. Parei para fazer a foto tradicional em frente à Basílica e fiquei admirando a Praça, projeto de Bernini.   

Uma curiosidade. Eu tinha lido no blog da Simone - Flashes da Viagem sobre esse ponto que fica na Piazza di San Pietro. A partir dessa marca é possível visualizar perfeitamente as camadas de colunas da praça. Observei e distraído não fotografei... São quatro camadas de coluna, mas desse ponto parece apenas uma.

A Guarda Suíça sempre de prontidão.

A Praça ainda estava com as flores e as cadeiras da Missa de Páscoa do último domingo. Começaram a desprodução no dia da minha visita. Eu fiquei distraído observando o cenário entrei na pequena fila para entrar na Basílica. Todos os visitantes devem passar pelo detector de metais e as bolsas,mochilas passam pelo criterioso Raio-X. O melhor é tirar o cinto, relógio, celular, moedas e chave do bolso e colocar tudo na mochila ou na sua bolsa. Tem gente que sempre esquece algo e volta umas trezentas vezes. E por conta das minhas observações eu fui direto para a Basílica ao invés de ir para a Cúpula. Mas tudo tem um porquê.


São Pedro, o patrono. Os pés do Santo estão mais claros de tanto ser alizado pelas maõs de milhões de fiéis. é um ritual, passa o fiel, coloca a mão no pé no Santo. Uns fazem o sinal da cruz, outros rezam. Porém, todos, to-dos tiram uma foto. Como eu já estava trabalhado na paciência, esperei o momento certo quando São Pedro estava sozinho.


Reparem bem esta foto da cúpula, vocês terão uma boa surpresa daqui a pouco.


A Basílica de São Pedro é a maior do mundo. Nenhuma outra a supera. Certamente é a mais luxuosa de todas as igrejas que já visitei. São muitas obras de arte, tabalhos delicados em mármore. Peças de prata e ouro. É fantástica, mas não me emociona. Eu pensei que numa segunda visita eu fosse mudar de opinião.


Este painel é bem interessante com o nome de todos os Papas que já governaram a Igreja desde São Pedro até Joao Paulo II. Como vocês podem observar a lista está na 4ª coluna. Ainda cabem ali mais ou menos uns quarenta Papas. E depois? Onde irão escrever?





Mais uma obra-prima de Michelangelo: A Pietá. Esta escultura fica protegidíssima com vidro - que deve ser blindando, suponho.


Essa foto tem um significado muito especial. Não é nem pelo fato de ser na Basílica de São Pedro, tampouco por estar no altar. É porque foi um presente, um gesto de solidariedade. Explico: eu fiz várias fotos, muitas e quando pedi para um outro turista fazer uma foto em frente ao altar, a foto tinha ficado escura e a bateria começou a emitir sinal que estava acabando... O Sr Miocinovic, disse que iria fazer duas fotos e depois me enviaria por e-mail. Assim que fez as fotos, pegou o celular e  anotou o meu endereço. Dois dias depois enviou. Eu fiquei muito agradecido e, ao mesmo tempo, comovido com o gesto de gentileza. Num mundo tão hostil e cada vez mais individualista é raro ver pessoas com este tipo de atitude. Eu só pedia a Deus que a minha bateria durasse um pouco mais. Saí da Basílica e fui para a Cúpula.
Em 2010, por causa da chuva fina e do frio não subi a Cúpula da Basílica e falei "fica para a próxima". E a próxima vez chegou. confesso que estava um pouco tenso com a subida, sabia que depois de um tempo o caminho seria estreito e até um pouco inclinado. Fiquei com receio de até passar mal. Porém, segui em frente e comprei meu ingresso - 5 euros - para subir os 551 degraus. Há uma opção de subir de elevador - 7 euros -,  mas de qualquer jeito você tem que subir 321 degraus.
No começo tudo são flores. Há espaço e os degraus não chegam a cansar. Depois começa a estreitar e num certo momento você começa a ficar inclinado. é muito apertado. Talvez seja uma alusão para se chegar ao céu: o caminho é estreito.


Fiquei impressionado ao ver um casal de idosos na minha frente. Estavam ofegantes, claro, mas não desistiram. Mas vale a pena subir, pois quando você entra na Cúpula é maravilhoso ver os mosaicos tão próximos. E pensar que algumas horas antes você estava empenhadíssimo no zoom para fazer a melhor foto da Cúpula.


Literalmente, dentro da cúpula. Com a bateria fraquejando, tive que economizar nas fotos. A sensação de estar ali é incrível, algo fantástico! Valeu todo o sacrifício. Mas ainda restavam alguns degraus para chegar até o topo. E de lá começar a contemplar Roma em toda a sua beleza!

Os belos jardins do Vaticano

E a vista maravilhosa: Piazza di San Pietro com seu belíssimo conjunto de colunas, o obelisco e a visão da cidade. Ao fundo o Castel Sant'Angelo. 


Conseguir um lugar para fazer uma foto era complicadíssimo, sobretudo de frente para a Praça.


Na foto abaixo, o prédio à direita é o Museu do Vaticano, onde fica a Capela Sistina.

O lado menos concorrido e com espaço de sobra para fotografar...

Eu fiquei um bom tempo ali. Depois de tanto sufoco para chegar, não iria fazer 4 fotos e descer. Aliás, muita gente faz isso. Valeu a pena ficar contemplando a cidade. Fiquei dando voltas e todas as vezes que chegava na parte em frente à Praça era um sufoco. Por fim, chegou a hora de descer. E para baixo, todo santo ajuda! Observem como era estreito. Se estivesse um pouco mais gordo, acho que não passaria.

Finda a primeira parte da descida, chega-se ao ponto intermediário, onde podemos ver as cúpulas e todos os santos que ficam no topo da Basílica.



É um cenário e tanto e perfeito para descansar.

Realmente é imperdível. Portanto, se pretende ir à Roma faça um condicionamento físico para visitar a Cúpula da Basílica de São Pedro. Você não vai se arrepender.
Particularmente, acho preferível começar pela Cúpula, pois quando você desce, obrigatoriamente sairá dentro da Basílica.
Retornando à Roma, farei este passeio de novo!


E aí está mais um soldado da Guarda Suíça, impecável e compenetrado. Alguns não gostam de ser fotografados e até fecham os olhos. De fato, deve ser muito chato mesmo ficar ali imóvel e sendo clicado o dia inteiro. E ainda tem gente que pede para o soldado dar um sorriso. Eu nem acreditei quando ouvi umas brasileiras falando isso. E outra reclamando porque queria fazer a foto ao lado do soldado.
E assim foi a minha manhã na ensolarada Roma. Voltei ao Hotel para recarregar as baterias - da máquina -  e prosseguir para o meu próximo passeio.

18 comentários:

  1. Jorge,
    Você está arrasando com esses posts e essas fotos!
    Muito Dez!
    Parabéns por tudo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Você sabe que até eu fiquei aflita com o pouco espaço da escada?
    Mas a vista realmente vale a pena!!
    Linda Roma!
    Beijos e está cada dia melhor a sua companhia nessa viagem!!

    ResponderExcluir
  3. Sueli
    Obrigado! Estava sentido sua falta aqui.
    Beijos

    Adriana
    Chega uma hora que assusta mesmo, mas o jeito é manter a calma. Acho que no verão deve ser complicado. Por isso que é bom chegar bem cedo. Quanto mesnos gente melhor.
    Acho que amanhã já começo a falr de Firenze.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Meu amigo! Vou caprichar no zoom! Essa escada acho que não encaro! Adorei mais esse passeio! Bjkas!

    ResponderExcluir
  5. Kátia
    faça um condicionamento físico e tente subir. Assuta um pouco vendo as fotos, mas vc pode parar, descansar e continuar...
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Jorge, teus posts de Roma estão sensacionais!!!As fotos,então, estão maravilhosas!!! Só que acho que vou ficar devendo o passeio da cúpula. Não fui e ,acho, que não terei coragem de ir nunca...

    ResponderExcluir
  7. Lenna
    Vendo assim assusta um pouco né? E eu nem queria mostrar as escadas, mas acho que a pessoa tem que avaliar bem antes de subir. todavia indo até onde chega o elevador a vista é bm legal também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Como sempre, belas fotos.
    Um roteiro completo.
    Vou indicar seu blog para todos os iniciados em Roma!

    ResponderExcluir
  9. Tania
    Obrigado pela indicação!
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Jorge
    Simplesmente fantástico!
    E parabéns pela boa forma...
    Risos e beijos

    ResponderExcluir
  11. Lindas fotos!!!!
    Meu marido queria porque queria subir, eu bati o pé e não subimos...ja estou arreprendida, fica pra próxima...Jorge,a escada que sobe é a mesma que desce???? bjs

    ResponderExcluir
  12. Beth
    Agradeço ao meu treino na academia todos os dias. Isso me deu muito condicionamento. Mas devo confessar que estava receoso de passar mal...rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Monica
    Eu gostie muito de ter subido e foi bom que tenha ido em abril, pois a temperatura estava amena. Acho que no verão deve ser um sufoco. Você sobe por um lado e desce por outro. E quando termina sai dentro da Basílica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Jorge
    Eu não subi até a cúpula, mas acho que essa subida é a explicação para o número anormal de ambulâncias que circulam pelo Vaticano... notou?
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Kleber A. Torezan17 de maio de 2012 09:37

    Caro JORGE,
    Após esses lindos post´s, o blog poderá mudar para CONEXÃO ROMA, rsrsrs. Parabéns pelas informações tudo anotado para ROMA 2013. Qual subida é mais apertada, a da Basilica ou do Arco em Paris?
    Abraços.
    Kleber A.Torezan

    ResponderExcluir
  16. Pati
    Não chegeui a observar isso, mas lembro que assim que deixei o Vaticano passaram 2 ambulâncias. Será mesmo? Bom, eu não vi ninguém passando mal. Só uma senhora que parou para pegar um arzinho na escada...rs
    Beijos

    Kleber
    Adoraria escrever um Conexão Roma. Ficar um período mais longo na cidade seria a realização de um sonho. Espero que você aproveite as dicas e volte mais vezes!
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Jorge
    Eu também nao encaro essa escada, vou só até onde o elevador levar,rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é imperdível, quando for à Roma não deixe de visitar.
      Beijos

      Excluir

Curtiu a viagem? Então comente e deixei o blogueiro feliz!

Balcão de Perguntas

Nome

E-mail *

Mensagem *