quarta-feira, 13 de junho de 2012

Murano - a ilha do vidro

Sábado é um bom dia pra se afastar do Centro de Veneza e fazer um passeio longe da multidão de turistas que chega para o final de semana. Reservei a parte da manhã para conhecer Murano, onde estão as fábricas de vidro que produzem verdadeiras obras de arte. Estava um dia muito bonito, sol, céu azul e um pouco de frio. Na Estação Ferrovia próxima ao Hotel Guerrini, peguei o Vaporetto 42 direto até Murano.

A viagem durou mais ou menos uns 20 minutos e algumas surpresas, como a linha férrea sobre a lagoa.

 ... e o Cemitério de Veneza, que ocupa uma pequena ilha.

Ao chegar em Murano, devido ao horário, antes das 09hs, o movimento era nenhum. Comércio fechado, apenas alguns poucos bares começando a abrir. Achei ótimo.

Com meu guia na mão, iniciei um passeio que iria durar em torno de três horas. As Fábricas de Vidro e as demonstrações de todo o processo de fabricação não fizeram parte do meu roteiro. Não era minha prioridade, preferi andar e apreciar a pequena ilha.

Passei pelas lojas e fotografei algumas vitrines. Os trabalhos, de fato, são belíssimos e os preços, altíssimos. Mas, não é um trabalho qualquer. 


Nada mais tranquilo do que essa pequena praça,. Além de mim, um gato fazia o seu passeio matinal
E por toda a parte os belos trabalhos de artistas, enfeitando as ruas com seu colorido e formas diversas.
 

Em uma das ruas encontrei este obra "Giardino Italia", um presente das diversas fábricas para os moradores de Murano. Cliquem nas fotos para ampliar e ver os detalhes.

Uma outra obra que me chamou atenção foi esse boneco "dois em um":


Gostei muito da fachada desse prédio.

Obra da artista Simone Cenedese "natale de luce in una cometa di vetro".
Achei muito bom ter encontrado essas peças pela rua, um pequeno museu a céu aberto. Embora não tenha feito a visita às fábricas de vidro, achei mais interessante ter passeado, sem pressa, pelas ruas.

 Uma das poucas pontes de ferro que vi.
Reparem nessas grades, tão bom poder admirá-las dessa maneira, ver as formas. Por que estou falando isso. Por conta da onda de colocarem cadeados nas grades de algumas pontes. Particularmente, não gosto. Ao menos em Murano, por enquanto, essa onda não chegou.

Depois de curtir as ruas de Murano, fui visitar o Museu do Vidro que fica instalado no belo Palazzo Giustinian, antiga residência dos Bispos de Torcello. O Museu foi criado em 1861 e abriga fabulosos exemplos de objetos de vidro datados desde o século 1º a.C. Os objetos mais antigos ficam no primeiro andar, onde não consegui fotografar absolutamente nada. No segundo andar, estão os belíssimos lustres e uma exposição temporária de objetos recentes. Uma das surpresas dessa visita, foi ter conhecido Ediluza, brasileira de Salvador, que mora em Veneza há muitos anos e trabalha no Museu Del Vetro. Batemos um longo papo e fui apresentado à Susana a outra recepcionista do Museu. Foram muito gentis comigo. E daqui eu mando um bacione carinhoso para Ediluza e Susana.
Abaixo um pouco das peças do museu:
 
 Após visitar o Museu, segui em direção à Basílica dei Santi Maria e Donato.

Uma belíssima igreja, erguida em 999. Uma pequena jóia na ilha, com obrasd e Bellini e Veronese.
Havia proibição de fotografar, mas fiz cara de bobo e fiz essa foto. Queria guardar o registro. Um altar imponente e muito simples.
O meu passeio estava chegando ao fim, mas ainda tinha muito tempo para entrar nas lojas e quem sabe tentar comprar alguma coisa.


Murano é uma ilha pequena e muito agradável. Gostei imensamente de ter feito essa visita e até poderia ficar o dia inteiro ali. Há bons restaurantes e os lojistas são muito simpáticos. Pelo menos, os que conheci. Quem for à  Veneza e tiver um tempinho, deve visitar a Ilha.
E foi com essa bela vista que me despedi de Murano. E uma pequena surpresa me aguardava no caminho para a  Estação do Vaporetto.

18 comentários:

  1. Jorge, Murano é uma graça, e os trabalhos lindos e carésimos mesmo, não trouxe nada,rsrsrsrsrs...
    Mas, vou me antecipar e te perguntar: Voce foi me Burano, né???!!! espero que sim, e se foi aguardo com entusiasmo seu relato, pq aquela ilha é demais...bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monica
      Eu comprei duas balinhas e um outro objeto não identificado..rs, não resisti.
      Claro que fui à Burano, próximo post.

      Excluir
  2. Jorge, excelente reportagem, ótimas fotos! Continuo curtindo muito sua viagem!

    ResponderExcluir
  3. Belísima a última foto, claro que todas as outras são bonitas, mas essa me passa uma doce sensação de tipicamente européia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito dessa foto, tem um ar romântico.
      Beijos

      Excluir
  4. Jorge
    Quando estive na Suiça fui em Ivoire que é uma cidadezinha medieval que a gente vai de barco atravessando o lago Leman,é muito linda, lá tem um artista que faz trablalhos maravilhosos com cristal, muito caro também, comprei um pássaro parecido com esses da sua foto e um mini presépio.
    Vamos aguardar a surpresa...bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suely
      Tem horas que a gente não resiste e cede á tentação da compra, nãoé mesmo.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Jorge!
    Que lindas estas peças embelezando mais ainda a cidade. Não conheci Murano, que pena. Você aproveitou muiito nesta viagem! E que venha a surpresa...
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valéria
      Murano está muito próximo e vale a pena conhecer.
      Beijos

      Excluir
  6. Nunca fui a Murano, apesar de amar esses trabalhos em vidro.
    Os lustres então...lindos!
    Suas fotos estão muito representativas e o post ótimo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana
      Vale a pena conhecer! Mesmoque vc não visite as fábricas, como eu fiz, tem a vibe do lugar. Muito bacana.
      Beijos

      Excluir
  7. Os trabalhos são realmente maravilhosos, mas muito caros...
    Ainda bem que já podemos ver, e comprar, coisas bem parecidas aqui no Brasil. Há uma fábrica em Gramado com peças maravilhosas: http://www.cristaisdegramado.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tania
      Eu já vi esses trabalhos lá em Gramado, também. Gosto muito e fico sempre tentado para comprar, mas haja grana..rs
      Beijos

      Excluir
  8. Jorge, nada como ter dias extras e poder curtir ao máximo o lugar onde estamos!
    Já pensou que tristeza sair daí sem visitar essa beleza!?
    Adoro arte em vidro e admiro enormemente esse trabalho.
    Tenho um lindo colar que minha filha trouxe de Murano para mim. Um dia vou lá pessoalmente.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sueli, pssei 6 noites em Veneza e isso me garantiu fazer alguns passeios interessantes como a visita à Murano.
      Eu comprei aquelas balinhas de vidro para minha mã e para mim.
      Beijos

      Excluir
  9. Jorge, madrugador como eu! Adorei o jardim feito de vidro. Essa viagem durou quanto tempo? Que inveja, hein!
    Forte abraço
    http://bercodomundo.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  10. Ruthia
    Valeu muito ter chegado cedo em Murano, gosto de caminhar com a cidade despertando e pouco movimento nas ruas.
    mInha viagem ao todo foram de 30 dias, e fiquei 6 noites em Veneza.
    Beijos

    ResponderExcluir

Curtiu a viagem? Então comente e deixei o blogueiro feliz!

Balcão de Perguntas

Nome

E-mail *

Mensagem *